Qualidade de ensino: 7 indicadores que você deve avaliar

Estudo
05 | 01 | 2022

A qualidade de ensino é uma característica essencial para colaborar com o desenvolvimento das crianças e dos adolescentes. Ela deve ser avaliada com cuidado no momento de escolher uma escola para a criança, dado que tal seleção afeta diretamente os futuros pessoal e profissional do aluno. 

Nesse cenário, a UNICEF (Fundo de Emergência Internacional das Nações Unidas para a Infância), em conjunto com o Ministério da Educação (MEC) e outras instituições, elaborou uma lista com indicadores para auxiliar nessa avaliação.

Quer saber quais são e como utilizá-los na análise? Continue lendo e conheça 7 indicadores para medir a qualidade de ensino de uma escola!

1. Ambiente educativo

Esse indicador se refere à cultura do ambiente. É importante que a escola promova o respeito entre todos, desenvolva a solidariedade e a empatia e, saiba combater práticas discriminatórias e outros problemas que podem surgir.

Ainda, é essencial que ela promova a conscientização sobre os direitos e deveres de todos, ajudando na formação da cidadania. Oferecer um ambiente acolhedor que desenvolva amizades e sentimentos como a alegria contribui para o progresso dos alunos.

2. Prática pedagógica e avaliação

A prática pedagógica e a avaliação dizem respeito às medidas adotadas pelos professores visando o aprendizado dos alunos, inclusive com ações que estimulem a sua autonomia. 

No que tange aos métodos de avaliação, vale destacar que avaliações não devem se limitar a notas em provas. Elas também precisam estar de acordo com as habilidades e assuntos de interesse individual de cada aluno, a fim de mapear facilidades e obstáculos em que trabalhar. 

3. Ensino e aprendizagem

A escola precisa ter bons processos relacionados ao ensino da leitura e da escrita, pois elas são o ponto de partida para aprofundar os conhecimentos a serem abordados no Ensino Fundamental e no Ensino Médio

Um ponto relevante sobre o tema é a proposta pedagógica, uma obrigação legal das escolas que as apresenta a todos os interessados.

É importante avaliá-la para entender as atividades educativas aplicadas, os recursos e materiais utilizados, e os planejamentos em relação ao ano letivo.

4. Gestão escolar participativa

Gestão escolar participativa visa a inclusão colaborativa e efetiva de toda a comunidade escolar, — alunos, professores, funcionários e pais dos estudantes — nos processos e tomadas de decisões relevantes para o ambiente escolar.

Além disso, é crucial prezar pela transparência nas informações e na adoção de estratégias que foquem na evolução de alunos, famílias e da comunidade em que a escola está inserida.

5. Formação e condições de trabalho dos profissionais

Se o assunto é a qualidade de ensino, a formação dos profissionais envolvidos na escola se torna fundamental, bem como as condições de trabalho oferecidas pela instituição.

É preciso verificar se eles têm a qualificação exigida, se existem processos de formação de professores e educação continuada e se a equipe é suficiente para suprir todas as demandas.

A assiduidade dos educadores também é fator importante, já que corrobora para a manutenção dos processos de aprendizado dos alunos e para não prejudicar o andamento do calendário escolar. 

6. Ambiente físico escolar

Certamente, o espaço físico da escola também influencia no aprendizado e, por isso, é um indicador de qualidade de ensino. É preciso oferecer uma estrutura adequada aos alunos, com todos os equipamentos e materiais necessários.

Ao mesmo tempo, não basta ter os recursos disponíveis: é basilar que a escola saiba como aplicá-los corretamente, garantindo materiais suficientes, ambientes limpos e arejados, além de uma estrutura completa em sala de aula.

7. Acesso e permanência dos alunos na escola

O sétimo indicador de qualidade, finalmente, trata do acesso e da permanência dos alunos na escola, assim como o sucesso da instituição em manter as crianças e adolescentes frequentando as aulas.

Nesse ponto, são observadas variáveis como as taxas de abandono e de evasão, o número de faltas, e as ações da escola para auxiliar nos casos de defasagem educativa.

Agora que você aprendeu sobre os indicadores de qualidade de ensino, aplique esses conhecimentos para avaliar a nova escola.

Se você procura uma instituição de qualidade, que atenda a todos os requisitos para atender as necessidades dos alunos, conte com a Crescer Sempre

Quer saber mais? Acesse o nosso site e conheça todos os diferenciais que a Crescer Sempre proporciona aos alunos e suas famílias!

Leia também

Assuntos Relacionados