Como lidar com adolescentes: 6 dicas para compreender seu filho

Adolescência
22 | 09 | 2021

A adolescência é uma fase essencial para o desenvolvimento humano, mas também traz diversos desafios tanto para o jovem quanto para os pais. Nesse cenário, é importante saber como lidar com adolescentes e adotar uma postura mais compreensiva.

Essa é uma época de transição entre a infância e a fase adulta, com alterações hormonais, mudanças no corpo e até mesmo na rotina, com a chegada do Ensino Médio e novas responsabilidades escolares. Ao mesmo tempo, é normal que os adolescentes passem por mudanças de humor, comecem a questionar atitudes dos pais e que apresentem certa rebeldia. 

Portanto, é preciso construir uma relação empática e de compreensão, visando fortalecer o relacionamento e superar os desafios juntos. Quer saber como fazer isso? Conheça 6 dicas indispensáveis sobre como lidar com adolescentes e invista em uma boa relação com os seus filhos!

1. Entenda as mudanças dessa fase

Para começar, é importante refletir sobre as mudanças que essa fase traz para a vida dos adolescentes. Infelizmente, o passar dos anos pode fazer com que essas memórias se enfraqueçam, mas vale tirar um tempo para relembrar. Pense em quais foram os desafios enfrentados, os impactos que você sentiu e sentimentos que surgiram.

Também é válido pesquisar sobre o assunto e, até mesmo, buscar suporte de profissionais, caso tenha muitas dificuldades para manter um bom relacionamento com o jovem. Entender o que acontece e se colocar no lugar do adolescente o ajudará a desenvolver a confiança, além de promover maior aproximação entre pais e filhos. 

2. Mantenha um diálogo aberto

Diálogo é a chave para qualquer tipo de relacionamento. Portanto, mostre que está disponível para escutar, aconselhar e, principalmente, acolher. Tenha em mente que surgirão questões com as quais você não concorda, mas é preciso manter a calma e ouvir o que os filhos têm a dizer.

Inclusive, é essencial evitar fazer julgamentos ou transformar as conversas em discussões e broncas por não gostar do que foi dito. Tenha uma conversa sempre em tom de educação, sem agressividade. Isso terá dois efeitos importantes: 

  • demonstrar que você está ali para ajudar, não apenas para julgar ou castigar;
  • mostrar como manter uma postura adequada em situações de discordância, exemplificando que ser agressivo não é o melhor caminho. 

Caso seja preciso tomar medidas educativas, faça isso de forma coerente e razoável, sem excessos. Isso é importante para a formação de caráter do adolescente. 

3. Aprenda a dar autonomia

Dar autonomia é um dos principais desafios que surgem. Essa é uma etapa da vida em que os adolescentes começam a ter mais interesse em fazer as coisas com mais liberdade e vivenciar experiências mais maduras. E é importante que eles vivenciem essas descobertas. 

Nesse momento, o papel dos pais é guiar os filhos, dando autonomia e ensinando valores para auxiliar eles nas decisões que vão surgir no dia a dia. Cobranças exageradas ou uma superproteção podem trazer efeitos contrários, aumentando a rebeldia e afastando o relacionamento. Logo, é importante saber dosar, sempre focando no diálogo. 

4. Saiba colocar limites

Seguindo a lógica da autonomia, também é preciso impor limites considerando o que é saudável para a idade — o segredo é encontrar o equilíbrio. Sua filha ou filho talvez possa começar a sair para programas que antes não podia, mas com horário certo para retornar, por exemplo.

Isso porque a permissividade também pode ser prejudicial, levando o adolescente a situações que deveriam ser evitadas, então cabe também aos pais saber dizer não. Novamente, o diálogo se torna importante: com uma conversa sincera, é possível negociar e tentar estabelecer limites saudáveis juntos. 

5. Tenha contato com a escola

Para saber como lidar com adolescentes você pode contar com o suporte da escola. Esse é um ambiente importante para o adolescente no qual ele pode viver diversas situações que os pais, muitas vezes, não se dão conta.

Diante disso, manter uma comunicação próxima com a instituição de ensino pode ajudar, pois, assim, você terá oportunidade de descobrir afinidades com seu filho, identificar problemas que não foram citados em casa e, até mesmo, receber conselhos dos professores e outros profissionais: afinal, eles têm experiência em lidar com adolescentes e os dilemas que surgem nessa idade.

6. Elogie as conquistas

A adolescência também é uma fase que pode afetar a autoestima dos jovens , despertando questionamentos sobre o seu lugar no mundo e ideias, por vezes negativas, sobre si mesmos. Portanto, é importante trazer reforços positivos, elogiar conquistas, habilidades e incentivá-los sempre que surgirem oportunidades.

Como você aprendeu, saber como lidar com adolescentes pode ser desafiador. Porém, com as dicas deste conteúdo é possível trilhar um caminho de compreensão e empatia para uma relação mais sólida e melhor desenvolvimento.

Quer mais dicas como estas? Então, siga nossas redes sociais e acompanhe outros conteúdos incríveis! Estamos no Facebook, Instagram e YouTube.

Leia também

Assuntos Relacionados