Passo a passo: como montar um currículo de sucesso

Vida Profissional
19 | 07 | 2021

Conseguir uma boa colocação no mercado de trabalho é um objetivo comum entre muitos profissionais. 

Nesse momento, não importa se é o primeiro emprego ou se você já tem experiência: é comum pesquisar dicas sobre como montar um currículo — já que ele é o primeiro contato que o recrutador terá com o seu perfil profissional. 

Logo, é preciso saber como organizá-lo de uma maneira atrativa e objetiva para despertar os interesses dos recrutadores e se destacar em meio a vários currículos que passam pela triagem. Mas como fazer isso?

Sabemos que isso pode ser um desafio, então preparamos um passo a passo sobre como montar esse documento importante a fim de aumentar suas chances de sucesso no processo seletivo. 

Vamos lá? Continue a leitura!

Entenda a estrutura do currículo

Para começar, é preciso definir a estrutura e o modelo do currículo. Você pode encontrar diversos arquivos disponíveis na internet e em editores de texto ou criar o arquivo do zero. Na estrutura, organize as seguintes informações: 

  • dados pessoais e contato;
  • experiências profissionais;
  • objetivos;
  • dados complementares;
  • habilidades.

E não se esqueça de pensar na padronização do arquivo. Utilize fontes clássicas, com boa legibilidade e tamanho. 

Também deixe um espaçamento que facilite a leitura. Não precisa ousar na formatação para vagas tradicionais: a prática é relevante apenas se for uma área criativa, como Design

Nos outros casos, a simplicidade é o melhor caminho. 

Inclua os seus dados pessoais

Com a estrutura definida, é hora de começar a preencher o currículo. Inclua seus dados pessoais, com as principais informações para identificação e contato. 

Mas não precisa detalhar todos os seus documentos, combinado? Veja o que incluir: 

  • nome completo;
  • cargo desejado;
  • informações de contato, como telefone, celular, e-mail e LinkedIn.

Dados como RG, CPF e endereço completo não são necessários. A foto também é dispensável, exceto em funções ou processos seletivos que a exijam. Então tenha atenção aos detalhes do processo seletivo

Descreva as experiências, habilidades e cursos

Depois, tenha campos específicos para informar formação, experiência e habilidades. Na formação, indique o grau de escolaridade. 

Também vale incluir o que estiver cursando, se esse for seu caso. Alguns dados importantes são a instituição, curso e ano de conclusão.

Sobre as experiências, inclua empregos anteriores e estágios, com nome da empresa, cargo, data de início e término do contrato. Além de uma descrição sobre as principais funções que você exercia, pois a ideia é destacar a sua atuação como profissional. 

Se você busca o primeiro emprego, inclua apenas essa informação.

Nas habilidades adicione suas competências que tenham relação com o trabalho, o que pode incluir diretamente as atividades profissionais ou relações interpessoais, que também têm um papel importante na carreira. 

Por fim, inclua cursos e certificações que sejam interessantes ou relacionados à atuação profissional, como idiomas, informática e outros específicos. Aqui, insira o nome da instituição, carga horária e o nível. 

Entenda quais informações são relevantes

Ao preencher o currículo, estude a empresa, as exigências para o cargo e as funções que serão exercidas para entender quais dados são relevantes e podem ter relação com a atuação profissional. 

Além disso, não minta ou aumente competências para tentar tornar o currículo mais atrativo.

Durante outras etapas do processo isso pode ser identificado pelos recrutadores, prejudicando sua imagem. 

Não se esqueça que mesmo não sendo selecionado em um primeiro momento, podem surgir outras oportunidades e esse tipo de atitude provavelmente abalará sua credibilidade e chance de oportunidades futuras. 

É bastante comum ver dicas que limitam o tamanho do currículo em uma página. Mas avalie se isso é realmente aplicável ao seu caso. 

Em um primeiro emprego, quando ainda não há muita experiência, isso pode ser fácil, principalmente ao incluir os dados relevantes ao cargo pretendido.

No entanto, para quem tem mais vivência profissional, com várias experiências, cursos e habilidades que possam ser mais relevantes, resumir para se limitar a uma página pode excluir questões importantes, que poderiam ser o diferencial para a vaga. 

Portanto, não considere apenas o tamanho do currículo, mas o quanto as informações podem ser significativas para o cargo. 

Depois de aprender como montar um currículo e elaborar o documento, não se esqueça de revisar. 

É importante verificar se ele não contém erros ortográficos ou gramaticais e se a formatação está adequada, organizando todos os dados de uma maneira que facilite a leitura pelo recrutador. 

Gostou das nossas dicas de hoje e de saber mais sobre como montar um bom currículo? 

Então, aproveite para conhecer nossas redes sociais e fique por dentro de todas novidades! Estamos no Facebook, Instagram, YouTube e LinkedIn!

Professor Coruja

Leia também

Assuntos Relacionados