Como se comportar em uma entrevista de emprego: um guia completo

Vida Profissional
08 | 12 | 2021

Conseguir uma colocação no mercado de trabalho pode ser desafiador. Nesse cenário, quando surge a oportunidade de um processo seletivo, é comum sentir um nervosismo ou ter dúvidas sobre como agir. Por exemplo, você já se perguntou como se comportar em uma entrevista de emprego?

Essa é uma questão fundamental, já que é uma das principais etapas na contratação. É nela que você terá oportunidade de mostrar o seu potencial e também conhecer mais sobre a empresa em que deseja trabalhar. Portanto, é necessário se preparar corretamente para esse momento.

Neste artigo, você confere um guia completo sobre como se comportar em uma entrevista de emprego para aumentar as chances de contratação. Continue a leitura e saiba mais!

Quais são os principais pontos avaliados pelos recrutadores?

Antes de aprender como se comportar em uma entrevista de emprego, vale entender quais são os principais pontos avaliados pelos recrutadores. Dessa maneira, você poderá se preparar melhor para lidar com essa etapa do processo seletivo. Veja só:

Pretensões do candidato

Durante a entrevista, é comum que o recrutador queira saber mais sobre as suas pretensões na empresa, o que inclui tanto a questão salarial como o desenvolvimento profissional. Assim, é comum que eles questionem quais são os seus objetivos ao trabalhar no local e as suas expectativas.

Isso é importante para garantir maior alinhamento, já que colabora com o desenvolvimento de uma relação de longo prazo — o que beneficia tanto a empresa quanto o candidato. Vale demonstrar seu interesse na carreira e o aprendizado necessário para crescer na empresa.

Em relação ao salário pretendido, é comum que essa questão gere dúvidas. Caso a empresa não tenha divulgado a faixa de remuneração do cargo, chegando na etapa final de entrevistas ou quando o candidato passar na vaga, vale se colocar à disposição para ouvir a proposta da empresa. Se a empresa estiver disposta, você pode negociar um valor baseado em experiências anteriores.

Outra dica para definir uma pretensão no momento da entrevista é pesquisar o mercado para entender o piso salarial e o quanto as empresas do setor pagam em cargos semelhantes.

Conhecimento profissional

O currículo descreve sua formação, seu histórico de cursos e outros dados que refletem seus conhecimentos. Na entrevista é comum que os recrutadores peçam mais detalhes sobre essas informações e façam até mesmo perguntas para confirmar o que foi descrito.

Por isso, vale relembrar uma dica comum quando se trata da elaboração de currículos: não alterar ou mentir sobre suas habilidades. Os profissionais são treinados para identificar inconsistências, logo uma postura desonesta tem grandes chances de ser percebida e acabar com as suas chances de conseguir o cargo.

Experiências no mercado

Além do conhecimento profissional específico, é comum que os recrutadores queiram saber mais sobre as experiências no mercado. Elas envolvem informações sobre o seu tempo em diferentes cargos e trabalhos voluntários, além de quais diferenciais você pode trazer para a empresa.

A realização de projetos e cursos também são aspectos valorizados caso tenham relação com o cargo pretendido. Vale destacar que todos esses detalhes importantes devem ser descritos no currículo.

Como se comportar em uma entrevista de emprego?

Saber como funciona o processo pode ajudar a entender como se comportar em uma entrevista de emprego. Porém, existem dicas para te  ajudar a garantir um melhor desempenho e potencializar as chances de contratação. Acompanhe!

Considere o tipo de entrevista

Primeiro, considere como será feita a entrevista: presencial ou online? No primeiro caso, vale a pena planejar o trajeto, verificar os meios de transporte, horários e distância para não se atrasar. Para evitar problemas gerados por imprevistos, organize-se para chegar com antecedência.

Já se a entrevista for online, garanta que terá uma boa conexão com a internet e o funcionamento adequado da câmera, mesmo que seja a do celular, além de fones de ouvido e microfone. Observe, ainda, o local onde você permanecerá durante a entrevista. Tenha uma boa iluminação e fique em um espaço silencioso para evitar interferências.A pontualidade continua sendo importante, então planeje tudo para se conectar no horário planejado. 

Caso aconteça algum imprevisto que vá gerar atrasos, comunique o recrutador assim que possível. Isso demonstrará respeito e interesse na entrevista.

Estude o seu currículo

Pode parecer óbvio, mas essa é uma dica essencial para ajudar no seu preparo. É comum que a entrevista tenha diversas perguntas relacionadas às informações indicadas no seu currículo, então vale estudar tudo o que foi incluído para ter mais segurança ao responder .

Leia tudo o que citou e relembre situações vividas em cada experiência, analise seus pontos fortes e fracos e pense em quais itens destacar durante a conversa. Isso ajudará a ter uma postura mais confiante com o recrutador.

Ao fazer isso, não se esqueça de considerar o cargo específico para entender o que pode ser mais relevante para a empresa.

Além disso, como o nervosismo é comum, isso também ajudará a fixar todas as informações na memória e evitar os “brancos” na mente que podem diminuir a sua credibilidade durante a entrevista.

Conheça a história da empresa

Você conhece, realmente, a empresa para a qual se candidatou? Vale a pena conhecer a história da companhia, como é a sua atuação no mercado e a sua postura enquanto empregador. Isso pode ajudar a responder uma das principais perguntas que surgem nas entrevistas: por que você deseja trabalhar no local?

Outro motivo importante para estudar essas informações é que isso demonstra o seu interesse sobre o negócio e em conhecer mais sobre a vaga para a qual está se candidatando. O site oficial da companhia, as redes sociais e as pesquisas na internet podem auxiliar o aprendizado.

Tenha atenção à comunicação verbal e não verbal

A comunicação verbal se reflete na fala. Ela deve ser clara e objetiva, com um tom de voz adequado e uma linguagem alinhada à entrevista. É preciso manter certa formalidade e falas sempre pautadas no respeito.

Preze sempre pela objetividade em suas respostas e, ao falar sobre si, evite transparecer arrogância ou pessimismo. É preciso manter o equilíbrio, trazendo confiança com falas claras, concisas e com uma linguagem positiva.

Outro ponto importante é a comunicação não verbal, que se traduz pela linguagem corporal e o que isso transmite ao interlocutor. Braços cruzados, por exemplo, dão a impressão de que você está com medo. Já os movimentos constantes, como mexer nas mãos ou no cabelo com frequência, refletem insegurança e ansiedade.

A dica, nesse caso, é manter uma postura ereta, sorrir naturalmente e tentar relaxar durante a entrevista, evitando as tensões que podem transparecer na sua postura. Também tenha movimentos suaves para evitar que eles passem a impressão de agressividade.

Responda com sinceridade

A sinceridade é essencial durante o processo seletivo. Você já aprendeu que os profissionais são treinados para identificar inconsistências, então faltar com a verdade pode prejudicar o seu desempenho e abalar a confiança do recrutador.

Além disso, afirmar ter competências, habilidades ou, até mesmo, disponibilidade que não são reais podem trazer problemas ao iniciar a função. Na prática, é possível que isso resulte no encerramento do contrato, fazendo com que você retome as buscas por uma oportunidade de emprego.

Faça boas perguntas

A entrevista de emprego também é um momento em que o candidato pode — e deve — fazer perguntas ao recrutador. Pense que, após a aprovação no processo seletivo, você receberá a proposta formal de emprego e precisará avaliar se ela corresponde às suas expectativas antes de aceitá-la.

Não existem regras específicas sobre esse momento. A ideia é que você esclareça quaisquer dúvidas que existam sobre a empresa, a função e as práticas que devem ser observadas durante o trabalho. Por exemplo:

  • jornada detalhada;
  • regime de trabalho (presencial, home office, híbrido, flexível, etc.);
  • responsabilidades específicas do cargo;
  • comunicações entre a equipe;
  • plano de carreira e possibilidades de crescimento;
  • expectativas da empresa com os novos funcionários.

Basta pensar que, apesar da empresa lhe escolher como membro da equipe, cabe a você decidir se deseja desempenhar esse papel. Então, avalie quais são os pontos que você gostaria de saber e que não ficaram claros nas divulgações de vagas ou pesquisas sobre a empresa e questione o recrutador.

Siga boas práticas

Por fim, existem alguns pontos de atenção que vale a pena conhecer para observar durante a entrevista. Eles podem ajudar a evitar erros comuns e a melhorar o seu desempenho. Confira:

  • não converse com outras pessoas ou utilize o celular durante a entrevista;
  • não interrompa o recrutador;
  • olhe nos olhos do recrutador;
  • evite respostas evasivas;
  • seja cordial e educado durante a conversa;
  • vista-se de maneira adequada;
  • agradeça a oportunidade ao término da entrevista;
  • evite criticar ou falar mal de outras empresas.

Pronto! Agora você já sabe como se comportar em uma entrevista de emprego. Seguindo essas dicas, ficará mais fácil se preparar para ter um desempenho melhor ao conversar com o recrutador. Porém, não se esqueça de também investir em um bom currículo e capacitações para otimizar o seu conhecimento e experiência no mercado.
Gostou deste conteúdo? Aproveite e compartilhe o post nas redes sociais para que mais pessoas consigam melhorar o desempenho nas entrevistas de emprego!

Leia também

Assuntos Relacionados