Conheça os 7 erros no currículo mais comuns e como evitá-los

Vida Profissional
04 | 08 | 2021

Ao procurar uma oportunidade de emprego, é fundamental saber como não cometer erros no currículo. Esse documento é o primeiro contato que a empresa terá com o candidato, então deve causar uma boa impressão para manter altas chances de garantir a vaga desejada.

Dessa maneira, o primeiro passo para conseguir uma ocupação profissional é saber como elaborar um bom currículo e atrair a atenção dos recrutadores. É exatamente sobre isso que você aprenderá neste post. Vamos lá?

7 erros que você deve evitar no currículo

1. Informações incorretas

Em primeiro lugar, não coloque dados incorretos ou falsos, sobretudo aqueles sobre experiência, habilidades e escolaridade, visto que inserir conhecimentos que não são reais com intuito de causar uma boa impressão pode trazer o efeito contrário.

Além disso, a empresa pode identificar as mentiras e descartar o candidato do processo seletivo. E, mesmo que consiga a vaga, a não experiência será identificada durante o contrato, causando diversos problemas. 

Portanto, sempre preencha as informações de maneira precisa, sem aumentar, inventar ou omitir dados relevantes.

2. Desvios de gramática 

Você deve se atentar aos erros gramaticais, pois eles podem provocar uma opinião negativa a seu respeito. Às vezes, acontecem descuidos na digitação que passam despercebidos, por isso use ferramentas de correção de texto. 

Os editores de texto utilizados na criação de documentos, como o Word, contam com uma funcionalidade de revisão que ajuda a detectar diversos tipos de erros. Também há ferramentas de correção on-line com acesso gratuito, como o LanguageTool. Por fim, caso ainda não esteja seguro, peça auxílio de alguém conhecido, amigos ou professores.

3. Tamanho inadequado 

Uma empresa costuma receber muitos currículos, o que exige atenção dos recrutadores para avaliar todos. Agora, imagine se todos os arquivos contarem com diversas páginas e textos extensos? Provavelmente, os recrutadores terão dificuldades em encontrar as informações mais relevantes e seu currículo pode ser descartado sem a devida análise.

Aproveite e crie um layout compacto, que consiga repassar suas qualificações de maneira objetiva. Se possível, mantenha tudo em apenas uma página, dando destaque aos pontos mais relevantes para facilitar a localização dos dados pelos recrutadores.

4. Layout desorganizado

Seguindo a mesma linha de pensamento do tópico anterior, um layout desorganizado também atrapalha a visualização das informações e prejudica a sua avaliação.

Por isso, mantenha um estilo sóbrio, com fontes tradicionais e legíveis, sem excesso de cores ou figuras. No caso de vagas em design ou outros setores criativos, o currículo pode conter esses recursos artísticos, mas apenas se fizerem sentido para a empresa.

5. Dados desatualizados

É comum que pessoas usem o mesmo currículo por bastante tempo. Isso não é necessariamente um problema, mas a falha está em não revisar o conteúdo a fim de garantir que as informações estão atualizadas.  

Dados de contato incorretos, por exemplo, podem impedir que a empresa lhe convide para a próxima etapa do processo seletivo. No caso de cursos ou estudos desatualizados, você tem chance de ser eliminado do processo, já que talvez não atinja a qualificação desejada.

6. Fotos 

Colocar ou não foto no currículo é um tema debatido e não há uma resposta correta nesse caso. A finalidade desse documento é apresentar suas habilidades, conhecimentos e experiências, então a fotografia não é um item necessário para a análise.

Por isso, é indicado que você insira uma foto caso ela seja requerida na descrição da vaga. Escolha uma imagem adequada e profissional – as utilizadas em redes sociais, por exemplo, não são as mais indicadas. 

7. Falta de foco no objetivo profissional

Negligenciar o objetivo profissional ou não adicionar esse campo ao currículo são erros que requerem atenção. Nesse espaço, você demonstra ao recrutador suas expectativas com o emprego e onde pretende chegar, de forma que um equívoco é usar descrições amplas com objetivo de atender a diversos perfis de vagas.

Uma dica é criar um currículo para cada função desejada e sempre verificar essa questão quando entrar em contato com as empresas. Dessa forma, você consegue se candidatar a diferentes vagas, sem prejudicar a descrição dos seus objetivos.

Então, você aprendeu quais são os erros no currículo que você deve evitar. Com esse conhecimento, ficará mais fácil elaborar um documento que atraia os recrutadores e aumentar suas chances de conseguir uma vaga de emprego!

Achou o conteúdo interessante? Então, compartilhe nas suas redes sociais e repasse essas dicas para seus amigos!

Professor Coruja

Leia também

Assuntos Relacionados