Marketing pessoal: o que é e como te ajuda a se destacar na profissão

Vida Profissional
18 | 08 | 2021

Ao analisar boas práticas para construir uma carreira de destaque, é importante pensar em qualificação e nos conhecimentos sobre a área de atuação. Além disso, também é essencial aplicar práticas de marketing pessoal para conquistar melhores resultados.

O tema pode ser uma novidade para muitas pessoas, o que também faz com que ele não seja corretamente explorado por profissionais de diversas áreas. Assim, eles deixam de aproveitar oportunidades para captar clientes, chamar a atenção de empresas e potencializar as chances de conseguir a colocação desejada.

Pensando nisso, preparamos este conteúdo para mostrar o que é marketing pessoal, quais os seus benefícios e como aplicá-lo. Continue lendo e saiba mais!

O que é marketing pessoal?

O marketing pessoal é uma estratégia que pode ser utilizada pelos profissionais como forma de fortalecer sua imagem, visando tornarem-se referência em determinados temas ou áreas de atuação. Assim, é possível atrair clientes e parcerias de negócios, aumentando as oportunidades no mercado de trabalho.

Quer entender melhor? Imagine que uma empresa acabou de chegar em uma determinada região e quer conquistar o público. Para isso, ela fará propagandas, ofertas e aplicará outras estratégias de marketing para ser reconhecida e ter os resultados esperados. 

No marketing pessoal a ideia é bastante semelhante. Porém, em vez de os esforços serem voltados a um negócio, eles são voltados à imagem do próprio profissional, independentemente do local de trabalho. É por isso que o marketing é relevante na carreira, afinal, caso você busque recolocação, deseje mudar o ramo de atuação ou precise de oportunidades, ele pode ser um caminho para essa conquista.

Qual é a importância dessa prática?

Quando se fala em mercado de trabalho, um dos termos mais comuns é “concorrência”. Certamente, existem diversos profissionais capacitados para as mais variadas funções. Assim, muitas pessoas se deparam com dificuldades para conseguir a tão sonhada vaga para trabalhar com aquilo que desejam.

Dessa maneira, para conquistar os recrutadores é preciso apresentar diferenciais que os ajudem a perceber o quanto você agregará à empresa. Com o marketing pessoal, você cria uma imagem mais positiva no mercado e, até mesmo, atrai empresas. Afinal, muitas vezes elas buscam talentos ativamente, podendo encontrar suas informações para enviar uma proposta.

Para quem trabalha como autônomo, o marketing pessoal também é essencial. Nesse caso, a diferença é que você precisará conquistar diretamente os clientes, mas o efeito é o mesmo: o profissional precisa ter diferenciais para que o público acredite no valor do serviço ou dos produtos ofertados, gerando novos negócios.

Quais as vantagens de fazer marketing pessoal?

Ao avaliar a importância dessa estratégia, é possível visualizar algumas de suas vantagens. Porém, para que não restem dúvidas sobre o assunto, preparamos uma lista completa com os principais benefícios de investir no plano. Acompanhe!

Permite mostrar as suas competências

A primeira vantagem é a possibilidade de mostrar suas competências sem depender da participação em um processo seletivo específico. Por meio das estratégias aplicadas, você tem oportunidade para apresentar desde habilidades, formações e cursos até suas experiências com outros clientes.

Tudo isso atribui maior visibilidade e autoridade à sua imagem. Com o tempo, isso também pode ser considerado nas avaliações feitas por recrutadores e empresas ou, no caso de profissionais autônomos, por eventuais clientes. Afinal, um dos pontos avaliados no momento de fazer uma compra ou contratar um serviço é a qualidade. Assim, demonstrar as competências pode colaborar com a decisão.

Atrai o público

Seguindo a lógica do tópico anterior, o marketing pessoal ajuda a atrair o público, que terá oportunidade de conhecer mais sobre seu trabalho, suas experiências e habilidades. Utilizando boas práticas, principalmente com presença online, você pode ser encontrado em ferramentas de busca e atingir uma maior audiência.

Isso vale tanto para empresas, no papel de recrutadores, quanto para clientes em geral. A ideia, nesse caso, é divulgar seus serviços, conhecimentos e diferenciais. Ainda, você pode usar seus canais de comunicação para divulgar ofertas, serviços novos, produtos, entre outros itens que possam atrair a atenção de consumidores e empresas.

Gera autoridade no mercado

O marketing pessoal ajuda a criar uma imagem perante o público, demonstrando de que maneira você se posiciona no mercado. Dessa forma, é possível gerar mais autoridade com o tempo, além de despertar a confiança das pessoas e impulsionar sua carreira.

Ele também pode influenciar no valor da remuneração ofertada ou na cobrança dos serviços. Afinal, ao criar uma imagem sólida e de autoridade, os clientes e parceiros enxergarão maior valor em suas entregas, aceitando pagar mais para contar com sua colaboração. Para isso, no entanto, é essencial conhecer boas estratégias para colocar o marketing pessoal em prática.

Como aplicar o marketing pessoal?

Conhecendo os benefícios do marketing pessoal, é possível entender por que vale a pena investir nessa estratégia para construir sua carreira. No entanto, podem surgir algumas dúvidas sobre como colocar isso em prática. Aprenda a seguir:

Pratique o autoconhecimento

O autoconhecimento é uma prática importante para diversas questões da sua vida, incluindo o lado profissional. Ele visa identificar quais são seus pontos fortes e fracos, suas dificuldades, habilidades e outras informações que influenciam sua personalidade e trabalho.

A partir disso, você conseguirá notar pontos que podem ser trabalhados em suas estratégias de marketing pessoal a fim de se destacar e atrair o público.

Defina seus objetivos

As ações adotadas no dia a dia devem ser voltadas para algum objetivo, portanto, defina qual seria o papel do marketing pessoal de acordo com o que você deseja conquistar profissionalmente: você quer ampliar o networking, também conhecido como rede de contatos, atrair recrutadores ou encontrar mais clientes para o seu negócio próprio, por exemplo?

A verdade é que cada objetivo demanda práticas específicas, então vale a pena entender seu momento atual e onde você pretende chegar no futuro, estabelecendo diversas metas. A partir disso, você poderá definir ações específicas para garantir cada conquista desejada.

Utilize as redes sociais

As redes sociais são uma das principais ferramentas de marketing pessoal, especialmente o LinkedIn, que é mais voltado para o mercado de trabalho. No entanto, pode ser que outras opções, como Facebook, página de empresas e de ex-alunos de instituições de ensino, também se encaixem em seus objetivos e impulsionem sua rede de relacionamentos ou networking.

Aqui, existem alguns cuidados que você deve adotar. Primeiro, veja qual é o público que você pretende conquistar para entender as redes mais adequadas. Depois, pense em como deve ser construída sua imagem, que inclui os tipos de conteúdos postados, fotos, linguagem, entre outros.

Como a ideia é gerar autoridade e confiança, é fundamental que você mantenha esse foco, filtrando as interações e os tipos de materiais compartilhados para que eles se mantenham alinhados à imagem que você deseja criar.

Na dúvida, não poste! Até mesmo sua imagem no perfil do WhatsApp pode influenciar na chance de conseguir um emprego. Mantenha fotos neutras, profissionais, sem sensualização ou exagero em piadas.

Lembre-se que o que é postado nas redes sociais ficará para sempre no mundo, e se quiser passar uma imagem agradável para seu empregador no futuro ou em outra oportunidade, o conteúdo de hoje pode impactar em como você será visto.

Construa uma rede de contatos

Uma boa rede de contatos inclui outros profissionais, parceiros e potenciais clientes, auxiliando no marketing pessoal. Basicamente, ela consiste em aproximar e desenvolver relacionamentos com pessoas que possam trocar experiências, ideias, indicações e feedbacks, de maneira enriquecedora para todas as partes.

Assim, vale a pena aproveitar os cursos realizados, eventos profissionais e até mesmo interações comuns no dia a dia para conhecer mais pessoas e, quando possível, criar uma aproximação. A partir disso, você pode ser apresentado a outros profissionais e ampliar o seu público direta ou indiretamente.

Saiba apresentar as suas competências

Um dos objetivos dessa estratégia é fazer com que o público enxergue o seu valor enquanto profissional. Portanto, encontre maneiras de apresentar suas competências de maneira clara e objetiva, preferencialmente comprovando as suas habilidades. Veja alguns exemplos de como fazer isso:

  • apresentação de certificados de cursos e eventos;
  • criação de portfólio com trabalhos prestados (conteúdos, fotografias, depoimentos, entre outros);
  • desenvolvimento de conteúdos sobre temas relacionados ao seu trabalho, mostrando o seu conhecimento e autoridade sobre o assunto.

Tudo isso pode ser feito com o auxílio da internet, por meio de sites e blogs, redes sociais e outras estratégias de marketing digital. A prática também ajudará a aumentar a sua autoridade, permitindo que você se torne referência na sua área.

Busque mais conhecimentos

Por fim, para conseguir manter as estratégias em funcionamento e melhorá-las com o tempo, faça com que os estudos sejam parte de sua rotina. Leia, pesquise, busque cursos na sua área de atuação: encontre maneiras de sempre ampliar o seu conhecimento e experiência para enriquecer a sua imagem profissional.

Como você viu, o marketing pessoal pode auxiliar na construção de uma carreira e no crescimento profissional. Portanto, organize-se para colocar nossas dicas em prática e mantenha uma rotina de estudos para ficar atualizado sobre as tendências do mercado e da sua profissão.

Achou esse conteúdo interessante? Então aproveite para compartilhá-lo em suas redes sociais e repasse essas dicas para mais pessoas!

Professor Coruja

Leia também

Assuntos Relacionados